Redução da sinistralidade nos 3 primeiros meses! Confira este case do SAUDI na Unimed Leste Fluminense.

Redução da sinistralidade nos 3 primeiros meses! Confira este case do SAUDI na Unimed Leste Fluminense.

ENTREVISTA COM O DR. MARCELO KAUSS

Médico com mais de 20 anos de experiência em auditoria médica, análise de tabelas, negociação com prestadores e gestão de equipes, voltado para a otimização de custos na Saúde Suplementar. Pleno conhecimento das normas assistenciais ditadas pela Agência Reguladora (Rol Mínimo de Procedimentos, etc), bem como na análise de seus riscos. Gestão de procedimentos de Alto Custo.
Sólida carreira como Gerente em Operadoras de Saúde, atuando nas áreas Administrativa, Auditoria e Consultoria em operadoras de grande e médio portes.
Experiências em gestão de equipes de alta performance, negociação, tabelas hospitalares, custos e legislação na área da Saúde Suplementar.

1 – Conte-nos um resumo da sua trajetória profissional.

Profissional Médico, formado há 36 anos, especializado em Pneumologia, pós-graduação em Auditoria Médica e MBA de gestão em Saúde pela FGV.

Iniciei como médico auditor há 26 anos, tendo evoluído à Coordenador de Auditoria médica, posteriormente à Gerente de Auditoria Médica, Gerente de Alto Custo e Gerente de Contas Médicas, todos na Unimed Leste Fluminense, em um período de 20 anos. Atualmente atuo como Gerente de Operações e de Relacionamento com a Rede na Golden Cross.

2 – Qual era o seu problema antes de você conhecer o Saudi?

O grande trabalho manual na análise de uma conta médica, que gerava uma grande demanda de tempo, além de erros de análise, que levavam a pagamentos indevidos. Retrabalhos com glosas e suas reposições e descontos, com grande desgaste junto aos prestadores. Processos confusos e burocratizados, com o foco apenas na conta hospitalar.

3 – Como você conheceu o Saudi e por que decidiu dar um voto de confiança?

Quando era gerente de Auditoria fui apresentado ao SAUDI e o projeto me pareceu bem interessante e que nos levaria a resolver diversos dos nossos problemas naquela época. Seria uma quebra de paradigmas na região.

4 – Conte-nos um pouco sobre as dificuldades que você teve ao começar a usar o SAUDI

A mudança de processos e a mudança dos paradigmas tão arraigados, tanto no prestador quanto nos profissionais.

5 – Quais foram os resultados e a transformação que o produto trouxe para a sua rotina na operadora?

Ganhamos no tempo de execução das tarefas, na melhoria da análise da conta hospitalar, redução de custos administrativos e de sinistralidade em um processo mais fluido e claro, na segurança de que o contratualizado estava sendo cumprido.

6 – O que aconteceu na operadora após obter os resultados através do Saudi, que você nunca imaginou que seria possível?

Com o ganho obtido e demonstrado, ampliamos a utilização da ferramenta para análise dos honorários médicos e procedimentos em SADT.

7 – Após implementar o SAUDI quais os processos que se tornaram mais fáceis dentro da operadora?

Recepção e análise de contas, automação dos processos, redução das glosas, com melhoria do relacionamento com a rede prestadora.

8 – Em quanto tempo foi possível notar o controle e redução de custos após implementar o SAUDI?

A resposta inicial é muito rápida, cerca de três meses já há algum tipo de ganho, que é crescente a partir do momento em que haja uma melhor adaptação aos processos e às novas rotinas, tanto da parte do profissional quanto pelo prestador.

9 – Em média quantos por cento o SAUDI ajudou a reduzir nos custos da sua operadora? E nos processos de glosas médicas?

Poderíamos estimar em uma queda de cerca de 10% nos custos médicos e administrativos.

Pergunta final – Recomendaria o SAUDI? 

Recomendaria, sem dúvida, a ferramenta.

Sem Comentários

Envie um Comentário