Os desafios encontrados no processo de gestão de contas médicas 

Os desafios encontrados no processo de gestão de contas médicas 

Gerir, qualquer ramo que seja, nunca é tarefa simples. É necessário muito cuidado com cada detalhe, o que não é diferente para as operadoras de planos de saúde, as quais precisam desdobrar-se para fazer uma boa gestão dos custos assistenciais. Neste post vamos explicar os desafios encontrados no processo de gestão de contas médicas e como otimizar todos os processos deste meio de campo!

Sabemos que as operadoras precisam seguir algumas regras que as demais áreas não devem preocupar-se.

Mas fica um pouco difícil saber o que fazer sem conhecer os desafios encontrados no processo de gestão de contas médicas.

Por esse motivo, preparamos um material completo que apontará os principais desafios encontrados e o que você pode fazer para superá-los.

Então, vamos lá!!!

Esteja a par de todas as exigências da ANS

Os órgãos regulamentadores são primordiais para que os negócios Brasil afora funcionem com eficácia. É a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), ligada ao Ministério da saúde, que controla e fiscaliza os planos de saúde.

É essencial que essa agência exista, com o propósito de assegurar os interesses públicos e promover a saúde no país. Mas é muito complicado quando não são seguidas todas as exigências da ANS.

Por essa razão, um dos desafios encontrados é ficar atento em manter tudo correto no seu negócio para não acabar com o IDSS (Índice de Desempenho da Saúde Suplementar) em queda e ter que pagar multas que prejudicam muito a saúde financeira.

Além disso, quanto menor o índice do seu plano, menor a visibilidade dele no mercado, logo, o negócio terá menos beneficiários, menos lucro e consequentemente mais problemas

Dessa maneira, deve-se reconhecer que, assim como em outros ramos do mercado, os clientes são os responsáveis por manter o negócio funcionando.

Por isso, os beneficiários têm sempre que estar satisfeitos com o plano de saúde, afinal de contas, é para isso que serve o índice de desempenho da saúde suplementar.

Bom, agora que acabamos de ver um dos desafios encontrados no processo de gestão de contas médicas, vamos ao próximo.

Continue ligado!

Seja transparente com os beneficiários e prestadores

Acontecem muitos processos judiciais direcionados aos planos de saúde em todo o país. Para você ter uma ideia, só o estado de São Paulo, analisando um período de 8 anos consecutivos (de 2011 a 2018), teve um aumento de 387%.

É mais comum os processos partirem dos beneficiários do que de alguma forma se sentiram lesados pela empresa. Por isso, é importantíssimo a transparência com eles.

Como os processos burocráticos brasileiros são muito exigentes, às vezes, ficam muitas dúvidas dos clientes em relação às informações passadas no meio daquele monte de papelada.

Então, é primordial que as operadoras de plano de saúde sejam transparentes com os beneficiários, isto é, devem passar detalhadamente em cada parte do contrato, assegurando que eles estejam, verdadeiramente, ciente dos seus benefícios.

Mas a transparência não deve ser mantida apenas com os beneficiários, os prestadores de serviço também precisam estar cientes de todos os detalhes pertinentes às suas atividades.

Muitas operadoras, de propósito, deixam de explicar as famosas entrelinhas, em que costumam ter informações valiosas, tanto para os beneficiários quanto para os prestadores de serviço.

No final das contas, ter processos rolando com o nome da operadora pode prejudicar de algumas formas diferentes a gestão de contas médicas, já que será dinheiro gasto com processos e popularidade em baixa, por exemplo.

Então, fique bem atento para superar esse desafio, aposto que tirará de letra se fizer um bom planejamento.

Mas ainda tem mais conteúdo para você aperfeiçoar a gestão da operadora de negócios. Veja abaixo!

Faça auditoria diária

O processo de auditoria é importante para todos os negócios, principalmente nesta época de Covid-19, pois é o que garante que todas as contas estão dentro dos planejamentos e o que previne déficits financeiros.

Entretanto, também é um desafio a ser superado, já que a auditoria exige muito cuidado de profissionais capacitados e organização empresarial.

Nas operadoras médicas não é diferente, porém, é indicado que as auditorias sejam feitas diariamente.

O número de pacientes que, por dia, utilizam o plano de saúde pode ser bem alto, então, uma série de informações, valores e aprovações ficam abertos diariamente e precisam ser checados para saber se estão condizentes com o planejamento do negócio

Então, assegure-se de que os profissionais que estão lidando com a auditoria sejam cuidadosos e lembre-se, sobrecarregá-los pode gerar dificuldades no processo, então, garanta que a quantidade de auditores dá conta do recado.

Vamos continuar acompanhando? Abaixo, aprenda mais!

 

Utilize uma solução digital

Diretamente ligada ao último desafio, utilizar um software que automatize a auditoria da gestão de contas pode ser a solução que você sempre esperou para facilitar inúmeros processos da operadora de saúde.

Podemos, primeiro, pensar na quantidade física de documentos que são acumulados por dia e que poderiam ser evitados com um sistema eficiente de gestão. É bom para o seu negócio e para o planeta, não é?

Além disso, facilitaria tanto o trabalho da operadora (principalmente por parte dos auditores), quanto o trabalho dos prestadores de serviços (médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem entre outros profissionais).

O intuito desse software é facilitar aqueles diversos processos que costumam ser bem demorados e trabalhosos no dia a dia das operadoras de plano de saúde.

Dessa forma, tornando a empresa mais saudável, com a capacidade de melhorar os resultados e beneficiar todos os trabalhadores envolvidos, tanto na operadora quanto nos hospitais, clínicas, casa de repouso entre outros.

Por exemplo, um dos primeiros passos dos prestadores de serviço quando vão realizar algum tipo de procedimento médico é enviar à operadora a solicitação de autorização, a qual deve ser aprovada para, depois, poder ser realizada.

Depois, quem está familiarizado com os processos entre os prestadores de serviços e a operadora de planos sabe que a liberação do pagamento é uma das últimas etapas, a qual podemos adiantar com a ajuda de uma solução digital.

Bom… ficamos muito felizes se você acompanhou até o final deste texto, e esperamos ter lhe ajudado a conhecer mais sobre os desafios encontrados no processo de gestão de contas médicas, e o que pode ser feito para evitá-los e manter sua operadora de planos de saúde sempre saudável. Aproveite para conhecer o SAUDI, um sistema inteligente e integrável que faz toda gestão de contas médicas da sua operadora de planos de saúde. Redução de glosas, de custos e muito mais transparência entre operadora X fornecedores. O SAUDI vai te surpreender e trazer resultados significativos em poucos meses de uso.

Sem Comentários

Envie um Comentário