A importância do compliance na saúde suplementar

Compliance na saúde

A importância do compliance na saúde suplementar

Atualmente, são tantas as novidades que surgem em diversos setores do mercado, que, muitas vezes, grande parcela da população não tem conhecimento sobre as inovações. O setor de saúde é uma área que sempre tem novidades, e um bom exemplo é o compliance na saúde suplementar.

A vantagem é que o conhecimento está mais acessível. Basta acessar a internet e ter informações atualizadas.

Então, você quer se informar sobre as novidades do mercado atual? Quer conhecer, de fato, do que se trata e qual a contribuição para a saúde? Prossiga com a leitura deste post e tenha as melhores informações.

Compreenda, de fato, o que é compliance na saúde suplementar

De forma clara, a expressão significa agir corretamente seguindo as normas estabelecidas, de acordo com as orientações internas e externas de cada setor. Ou seja, basicamente, é cumprir, de forma legal, as políticas e normas acordadas com as empresas.

A prática do compliance na saúde suplementar no Brasil vem alcançando uma abrangência cada vez maior. O assunto apresenta grande notoriedade e tem sido debatido constantemente, uma vez que a sua principal função é manter a transparência e a ética nas ações.

Saiba por que implantar o compliance na saúde suplementar

Existem áreas que necessitam de maior rigor do que outras, como é o caso do setor da saúde. Torna-se difícil imaginar determinados locais, como hospitais, clínicas e quaisquer instituições de saúde, que não tenham transparência e ética em seus serviços.

Diante dessa perspectiva, adotar o sistema compliance significa oferecer os cuidados necessários que a área da saúde tanto exige. Não se pode caminhar às escuras, e é isso que o compliance previne, já que ele busca garantir que as transações comerciais sejam baseadas na ética e na transparência.

A saúde suplementar deu um salto e entendeu que os diversos setores, como finanças, compras e venda de medicamentos e todos os outros, não podem ser reféns de fraudes, corrupção, conflitos de interesse ou quaisquer abusos, então, há ferramentas e soluções digitais para que isso não seja uma realidade.

Os desafios enfrentados pela saúde suplementar

De acordo com os dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), nos últimos 4 anos, houve uma redução no número de beneficiários de planos de saúde.

Além desses prejuízos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que os custos totais com saúde no Brasil aumentaram consideravelmente, dificultando ainda mais a situação da saúde suplementar e de todo o sistema.

E os desafios não param. As fraudes são responsáveis por grande parte dos custos da saúde suplementar no país. Essa prática tem provocado transtornos e riscos para os beneficiários que sofrem com a insegurança ocasionada pelas atividades fraudulentas.

Conheça os pilares do compliance na saúde

Segundo o OIG, o programa de compliance no setor da saúde tem sete pilares. Veja-os abaixo:

  • implementar políticas em conformidade com procedimentos e padrões de conduta;
  • promover monitoramento e auditorias ao longo do período trabalhado;
  • facilitar a comunicação e viabilizar as denúncias anônimas;
  • determinar um compliance officer e um conselho de compliance, responsáveis pelo monitoramento;
  • reforçar as normas estabelecidas para os funcionários por meio de diretrizes disciplinares;
  • responder imediatamente a situações inadequadas e desenvolver planos de ação corretiva;
  • promover capacitações sobre as políticas de conformidade, os procedimentos e os padrões de conduta.

 

Confira bons motivos que justificam a adesão do compliance na saúde

Atualmente, o mercado é competitivo, e as empresas que buscam crescimento e destaque em seu campo de atuação precisam estar preparadas e investir nas inovações tecnológicas.

Na área da saúde, ter essa visão é imprescindível. Portanto, usufruir das ferramentas digitais em ambientes da saúde promove a reestruturação das relações existentes, ou seja, é um cuidado a mais. Com o compliance, você pode:

  • garantir a ética;
  • aumentar a segurança;
  • combater fraudes;
  • ter transparência;
  • evitar vazamentos de dados;
  • oferecer serviços de qualidade.
  • No decorrer do texto, abordamos o que é compliance e os seus pilares, ou seja, foi ressaltada a importância do compliance na saúde suplementar para a modernização da sua empresa.

 

Então, gostou das informações apresentadas? Elas contribuíram para a sua tomada de decisão? Quer continuar descobrindo novas informações? Que tal ler um outro texto nosso que trata de contratos de planos de saúde? Não perca!

Sem Comentários

Envie um Comentário