Ataques cibernéticos na área da saúde: como proteger sua operadora?

Ataques cibernéticos na área da saúde: como proteger sua operadora?

A todo tempo, notícias de ataques cibernéticos às empresas são veiculadas na mídia devido ao grande número de ocorrências deste tipo registradas em todo o mundo.

E a área da saúde é uma das mais procuradas pelos ataques dos hackers, de acordo com os dados divulgados no relatório da Check Point neste ano de 2022.

Isso se dá devido à grande quantidade de dados pessoais dos pacientes armazenados em organizações da área da saúde, incluindo operadoras de plano de saúde.

Grande parte desses dados são informações consideradas sensíveis pela Lei Geral de Proteção de Dados por serem informações relativas à saúde e vida das pessoas que utilizam tais serviços.

Neste post, vamos te explicar quais são os tipos de ataques existentes, falar sobre a importância manter os dados protegidos e como você pode cuidar para que esses ataques não aconteçam na sua operadora. Leia!

 

Conheça os tipos de ataques cibernéticos que a sua operadora pode sofrer

Grande parte dos ataques que ocorrem nas empresas envolvem uma violação dos dados registrados em troca de valores monetários para liberação dos mesmos.

E para conseguir acessarem esses dados, os hackers costumam utilizar os principais meios abaixo:

  • Violação via malware e ransomware em que há desligamento e invasão dos servidores e dispositivos enquanto não houver um pagamento solicitado pelos hackers;
  • Sites enganosos que possuem endereços semelhantes aos sites confiáveis, trocando apenas siglas ou elementos, como .gov por .org, que tornam as diferenças quase imperceptíveis;
  • Atingimento de pontos cegos de criptografia em que os hackers conseguem identifica-los e atingi-los, violando a rede e obtendo os dados buscados;
  • Erros humanos causados por motivos como senhas fracas e utilização de sistemas de gestão não conformes com a LGPD;
  • Ataques de phishing em que e-mails de fontes aparentemente confiáveis são enviados e utilizados para obter informações confidenciais.

 

Formas de proteger a sua operadora de saúde dos ataques cibernéticos

Caso a sua operadora sofra algum tipo desses ou de outros ataques cibernéticos, além dos prejuízos internos nas operações, poderão ocorrer ainda um vazamento dos dados sensíveis dos pacientes e a organização ser multada de acordo com a LGPD.

Falamos sobre a LGPD na saúde e os seus impactos aqui no nosso blog. Acesse e entenda mais!

Para te ajudar, reunimos algumas dicas preciosas que podem elevar o grau de segurança da sua operadora.

 

1 – Tenha sistemas de segurança que protejam a sua operadora

Implemente na sua operadora sistemas que elevem a segurança da organização e possam garantir um alto nível de proteção dos dados armazenados.

Medidas como criptografias, proteção de dispositivos móveis, softwares antivírus, manutenção e atualização constante dos sistemas operacionais e, ainda, gestão dos endpoints são primordiais para que a sua operadora esteja protegida contra ataques externos.

2 – Promova uma cultura de segurança dentro da operadora

No dia a dia, os colaboradores da organização são os principais responsáveis pela proteção dos dados gerados pelas transações.

Por isso, é primordial que todos os membros entendam as suas responsabilidades quanto a isso e garanta a execução de práticas que favoreçam a segurança cibernética da operadora.

Para enfatizar, promova momentos de treinamentos e educação, garanta a execução dos serviços de acordo com as conformidades esperadas e controle o acesso às informações protegidas.

 

3 – Tenha um plano de backup dos dados seguro e funcional

Além de se proteger contra os ataques, é importante que a operadora também tenha um plano de contingência para recuperar os dados, caso sofra alguma invasão.

No planejamento de recuperação dos dados, é preciso que se tenha um caminho claro do que fazer caso um incidente de disponibilidade aconteça.

Investir nesse retorno de backup, por exemplo, também é necessário para garantir a execução de um serviço de qualidade e seguro para os seus beneficiários.

 

4 – Tenha um sistema de auditoria médica que proteja os seus dados

Conheça o SAUDI, um sistema de auditoria médica que armazena os seus dados em total segurança e auxilia a gestão da sua operadora.

Nosso software automatiza o processo de auditoria das contas dos prestadores de serviços médicos, possibilitando uma visão clara para ambos os lados (operadoras x prestadores de serviços) e uma significativa redução de custos desnecessários.

Atuando em todo o processo, desde a solicitação de autorização para procedimentos médicos da rede de prestadores, até a sua respectiva liberação para pagamento, o objetivo do SAUDI é que as empresas da área se tornem mais saudáveis e alcancem melhores resultados por meio de uma gestão assertiva dos seus custos assistenciais.

 

Entre em contato conosco agora mesmo e saiba como podemos gerar resultados SURPREENDENTES para a sua operadora logo nos 3 primeiros meses de uso!

 

Sem Comentários

Envie um Comentário