3 recursos indispensáveis para o auditor de contas médicas

auditor de contas médicas

3 recursos indispensáveis para o auditor de contas médicas

O auditor de contas médicas deve ter conhecimento prático e focar não só nos custos e receitas, mas também na qualidade da assistência prestada.

A importância da auditoria de contas médicas é um processo minucioso que requer conhecimento acerca dos diagnósticos médicos, procedimentos realizados, fiscalizações e seus laudos baseados em materiais de prescrição médica, medicamentos checados na hora certa, despesas hospitalares diversas, relatórios de equipes multidisciplinares, entre outros.

Você já deve ter percebido que esses fatores exigem um alto grau de comprometimento do auditor de contas médicas, é por isso que ele utiliza de alguns recursos para executar o seu trabalho com sucesso.

Pensando nisso, listamos três recursos essenciais para a plenitude dessa atuação. Ficou interessado? Então, confira agora mesmo!

Conhecimento multidisciplinar

Devido ao seu caráter interdisciplinar, além dos conceitos de gestão hospitalar e gestão administrativa, os auditores também precisam ter um conhecimento aprofundado das legislações da área da saúde.

Normalmente, a equipe de auditoria é composta pelo departamento competente, um gerente que recebeu treinamento médico ou uma enfermeira especializada em auditoria de contas hospitalares. O objetivo é avaliar os detalhes do processo, seja assistencial ou de gestão, que juntos formam parte integrante de toda a organização.

Basicamente, o método envolve avaliar se a prática de enfermagem atende aos padrões estabelecidos. Para chegar aos resultados o auditor utiliza métodos quantitativos e qualitativos para expressar opiniões sobre o processo de avaliação.

Após o diagnóstico, a auditoria fornecerá aos gerentes informações valiosas que orientarão o desenho de estratégias para melhorar os processos, corrigir não conformidades e reduzir comportamentos inadequados.

Abordagem operacional

Como o termo já indica, a auditoria tange diretamente os procedimentos de operação e manutenção. O auditor pode acessar integralmente o trabalho da equipe, verificar o nível de assistência prestada e avaliar se atende aos padrões mínimos esperados.

Por exemplo, os indicadores que podem ser usados incluem o histórico médico do paciente, avaliação de desempenho e questionários específicos do paciente. Contanto que o médico concorde, o auditor também pode sugerir outros procedimentos mais eficazes para o paciente.

A auditoria da conta também faz parte desse modo que é realizada depois que o paciente recebe alta do hospital, antes que a conta seja enviada para a operadora.
A avaliação de desempenho vai avaliar se existem quaisquer não conformidades que podem resultar em outros problemas. Para tanto, deve ser realizada uma revisão e verificados o diagnóstico do paciente, tratamento, exames, gastos e materiais.

Abordagem analítica

O propósito dessa abordagem é promover uma auditoria que realize várias análises minuciosas de todo o ambiente hospitalar a fim de encontrar entraves e determinar os pontos que podem ser otimizados. Para isso, os auditores devem utilizar indicadores em alinhamento com as práticas gerenciais e administrativas.

Para tornar o trabalho do auditor o mais eficiente possível, deve haver independência e objetividade. Em teoria, isso pode parecer óbvio, mas na prática, surgem complicações.
Portanto, os auditores precisam de suporte da cultura organizacional hospitalar. O corpo clínico da operadora de saúde deve estar preparado para compreender a importância da atuação do auditor.

Tem mais uns minutinhos? Aproveite para conhecer o SAUDI, um software de auditoria de contas médicas utilizado pelas maiores operadoras de planos de saúde do Brasil e que se tornou o braço direito do auditor e/ou analista de contas médicas.

Sem Comentários

Envie um Comentário