Auditoria médica: como utilizar a inteligência artificial nos processos?

Auditoria médica: como utilizar a inteligência artificial nos processos?

A auditoria médica compreende um conjunto de métodos que buscam avaliar os serviços prestados por uma unidade de saúde ou prestadora de serviço. Ela é uma ferramenta de suma importância na gestão da instituição, buscando, além de apresentar parâmetros qualitativos e quantitativos para a unidade, oferecer informações relevantes a outras instituições relacionadas, como as operadoras de planos de saúde.

Essas, por sua vez, precisam estar atentas aos custos e aos indicadores de qualidade das unidades que a compreendem. Por isso, uma boa auditoria — confiável e eficaz — é essencial. Nesse cenário, a tecnologia aparece como uma grande aliada, possibilitando tornar o processo de auditoria mais organizado, eficiente, transparente e reduzindo os custos.

Neste artigo selecionamos os benefícios das tecnologias de inteligência artificial quando aplicadas no processo de auditoria médica. Confira!

Quais são os principais aspectos da auditoria médica?

Quando uma instituição de saúde é contratada para prestar um serviço, seja diretamente com o paciente (ou beneficiário) ou por meio de uma operadora de planos de saúde, existe um contrato que especifica quais serviços serão prestados, qual é o padrão de qualidade e quais são os direitos e deveres de ambas as partes do acordo.

Desse modo, o trabalho de auditoria — que pode ser realizado tanto por uma equipe quanto por um único profissional devidamente qualificado — exige que o profissional esteja atento e faça valer as cláusulas contratuais. O profissional ou a equipe tem como função analisar os procedimentos praticados pela instituição de saúde, de modo a determinar:

  • a adequação deles com a necessidade;
  • se foram aplicados corretamente;
  • se concordam com a disponibilidade de recursos;
  • se atendem ao padrão de qualidade estabelecido.

Assim, a auditoria tem como objetivo final evitar que qualquer uma das partes do acordo se sinta lesada e garantir que nenhuma cláusula contratual esteja sendo negligenciada pelas partes. Na prática, ela busca evitar prejuízos, melhorar o processo e otimizar os custos daquele evento.

Como exemplo, podemos citar uma instituição que, em um intervalo de tempo, realizou mais de um determinado exame do que era de praxe. Ou o contrário: uma instituição que realizou menos desse exame do que era comum.

Nessas situações, cabe ao auditor analisar, monitorar e apresentar um plano para que, por exemplo, no próximo mês os recursos necessários para a realização desse exame sejam gastos da melhor forma possível, buscando fazer previsões que estejam de acordo com a flutuação da demanda.

Ainda, das atribuições da auditoria médica, cabe a responsabilidade de verificar a qualidade do atendimento, tomar ciência sobre a satisfação ou a insatisfação dos pacientes em relação ao desempenho dos colaboradores, a estrutura do local e a administração da unidade de saúde, além de analisar se as práticas da instituição estão de acordo com a conduta de ética estabelecida.

Quais são as desvantagens da auditoria feita à moda antiga?

Os processos de auditoria levantam um grande número de informações e exigem uma análise sistemática desses dados. Desse modo, quando a coleta de dados e a análise são feitas manualmente pelo auditor ou pela equipe de auditoria, ainda que os dados sejam analisados em planilhas, o processo pode apresentar uma série de erros ou equívocos, como:

  • o auditor pode inferir sua análise em uma amostra enviesada, isto é, que não representa o todo;
  • a análise fica sujeita a critérios qualitativos do auditor — o Art. nº6 da Resolução CFM nº 1.614/2001, que regulamenta a prática da auditoria médica, estabelece que o auditor não pode “exagerar ou omitir fatos”, mas esse é um item subjetivo;
  • erros humanos, como coletar ou passar um dado incorretamente;
  • dificuldade em ter acesso a dados anteriores, uma vez que eles precisam ser procurados manualmente.

O que é inteligência artificial (IA)?

Os seres humanos têm a capacidade de aprender. Nós podemos chegar a uma conclusão após analisarmos algumas informações e, desse modo, tomar uma decisão. Da mesma forma, a inteligência artificial busca desenvolver um software capaz não só de analisar dados e, a partir deles, filtrar informações relevantes, mas de criar análises mais complexas e até corrigir a si mesmo, gerando um processo autônomo e mais dinâmico.

Quais são os benefícios da IA nas auditorias médicas?

O processo automatizado garante mais confiabilidade na obtenção e no tratamento de dados, além de tornar mais simples a sua exibição. A IA também torna a auditoria médica mais organizada e transparente, uma vez que um software de confiança não estará sujeito a alterações subjetivas, além de apresentar mais segurança e credibilidade.

Como a inteligência artificial pode ajudar a economizar dinheiro?

A IA também gera mais eficiência ao procedimento, visto que além de ter uma grande capacidade de processamento de informações, a inteligência artificial também é capaz de analisar os dados de auditorias anteriores, criando uma certa padronagem de resultados — sendo mais sensível e capaz de detectar alterações no fluxo de informações.

Isso ajuda a nortear os focos de análise da auditoria, criando previsões mais certeiras e oferecendo informações mais concretas, que ajudam na tomada de decisão. Essa agilidade de processo torna a auditoria mais eficaz, tanto para a unidade de saúde prestadora de serviço quanto para a operadora de planos de saúde, economizando tempo e dinheiro.

Qual é a importância de um software de boa qualidade?

Escolher um software de confiança para automatizar o processo de auditoria médica é de suma importância, visto que ele vai lidar com as informações — e caberá a ele conduzir procedimentos e, consequentemente, ser o responsável pela eficiência na redução de custos.

Uma empresa com referências sólidas, que ofereça transparência, suporte e integração de processos é essencial. Flexibilidade e possibilidade de customização na hora de adotar o sistema também são diferenciais interessantes.

Portanto, as tecnologias de inteligência artificial têm grande potencial na auditoria médica, podendo ser grandes aliadas desse processo, automatizando-o, tornando-o mais confiável, transparente, prático e reduzindo os custos. Na hora de escolher uma tecnologia, é importante estar atento e buscar uma empresa de confiança, que ofereça um software de excelente qualidade.

Gostou das informações que listamos neste post? Para saber mais e conhecer sobre o sistema de auditoria de contas médicas, visite o nosso site!

Sem Comentários

Envie um Comentário